Inicial / Cinema / Homem-Aranha, Miles Morales, Spider-Gwen, Noir: Quem é quem no Aranhaverso

Homem-Aranha, Miles Morales, Spider-Gwen, Noir: Quem é quem no Aranhaverso

“Homem-Aranha no Aranhaverso” é uma animação que junta, pela primeira vez nos cinemas, diversas ramificações do amado personagem da Marvel. Além do Cabeça de Teia original, ainda estão no projeto mais cinco heróis: Miles Morales, Spider-Gwen, Spider-Ham, Peni Parker e Homem-Aranha Noir.

O encontro nada programado foi culpa do Senhor do Crime, que mandou construir um reator gigantesco para tentar encontrar o que mais ama. O resultado desta megalomaníaca ideia foi a abertura de uma fendal que uniu diversas dimensões paralelas, cada uma com sua versão do Homem-Aranha.

Com cada integrante apresentando uma personalidade própria e cativante, o quinteto precisa se unir para destruir a máquina e conseguir voltar para seus respectivos mundos.

Para ninguém ficar perdido com tantos personagens — um tanto novos para muitas pessoas –, montamos um guia explicando tudo o que você precisar saber sobre os personagens de “Homem-Aranha no Aranhaverso”

Homem-Aranha

Reprodução
Capa do quadrinho com a primeira aparição do Homem-Aranha Imagem: Reprodução

É o Peter Parker que todos conhecemos e que foi criado por Stan Lee e Steve Ditko em 1962. Peter foi picado por uma aranha radioativa e de um dia para o outro ganhou poderes especiais — inclusive o “sentido aranha”. Ele mora com sua tia e se sente culpado por ter “deixado” seu tio Ben morrer, combatendo o crime para compensar seu erro e porque “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”.

Entre os diferentes caminhos que seus quadrinhos tomaram, o Cabeça de Teia é fotógrafo para o “Clarim Diário”, cientista, Vingador e ainda tem que pagar as contas em casa e cuidar da tia May. Em “Aranhaverso”, vemos duas versões do herói: a original e uma mais engraçada, um tanto desleixada. Não entraremos em muitos detalhes para não estragar as surpresas, mas não é sempre que vemos o Teioso com uma barriguinha de chope.

Miles Morales

Reprodução
Miles Morales é o protagonista de “Homem-Aranha no Aranhaverso” Imagem: Reprodução

Nos quadrinhos, Miles vem de um mundo onde o Homem-Aranha morreu, o que o inspirou a se transformar em um herói. Criado por Brian Bendis e Sara Pichelli em 2011, ele conseguiu seus poderes da mesma forma que Peter, mas acabou os escondendo por muito tempo até o trágico fim do herói mais famoso.

Ao ser picado por uma aranha radioativa, fruto de experimentos da Oscorp, Miles faz tudo o que Peter faz — e ainda melhor. O jovem do Brooklyn consegue se camuflar e solta teias elétricas, o que sempre é útil durante as lutas contra seus inimigos, principalmente na nova animação.

Nos quadrinhos, Mystério juntou Miles e o Homem-Aranha “original” após encontrar um portal entre os dois universos. 

Spider-Gwen

Reprodução
Spider-Gwen em cena de “Homem-Aranha no Aranhaverso” Imagem: Reprodução

Gwen Stacy vive em um mundo onde Peter Parker jamais foi picado por uma aranha — ela tirou a sorte grande neste caso. Para falar bem a verdade, Peter é uma vilão na história criada por Jason Latour & Robbie Rodriguez em 2014, uma espécie do que conhecemos como o temido Lagarto, mas acaba morrendo durante uma luta.

Gwen é uma adolescente descolada, toca em uma banda só de mulheres ao lado de Mary Jane e seu traje predominantemente branco com capuz virou uma marca. Assim como Miles, ela compartilha poderes semelhantes ao do Aranha original, mas tem um diferencial: o domínio da viagem interdimensional.

Em “Aranhaverso”, Gwen é retratada de forma bem fiel aos quadrinhos e ganha destaque no filme pela parceria com Miles, que começa após uma atrapalhada situação entre a dupla no colégio.

Homem-Aranha Noir

Reprodução
Homem-Aranha Noir, uma das versões do herói que aparecem em “Homem-Aranha no Aranhaverso” Imagem: Reprodução

O Homem-Aranha tem um passado trágico, mas as brincadeiras e seu bom humor viraram uma marca do personagem. Já o Noir não. Os quadrinhos ganham dimensões mais sombrias e se passam durante a Grande Depressão, a crise econômica que destruiu os Estados Unidos entre 1929 e 1939.

Ele tem os mesmos poderes do herói mais famoso, porém, consegue atirar teias direto de seus pulsos. Esta versão não se preocupa com o bem-estar dos inimigos e a vingança é feita pela morte do tio Ben e de Ben Ulrich, seu mentor, pelas mãos de Normal Osborn.

Em “Homem-Aranha no Aranhaverso”, Noir é o único personagem preto e branco da colorida animação, sempre com falas irônicas e com um pé atrás que os nazistas podem chegar a qualquer momento.

Peni Parker

Reprodução
Peni Parker, uma das versões do Homem-Aranha Imagem: Reprodução

Gerard Way (ex vocalista da banda My Chemical Romance) e Jake Wyatt criaram em 2014 uma ramificação do Homem-Aranha totalmente diferente. Peni tem como melhor amigo um aranha-robô, um projeto usado pelo seu pai, que acabou sendo morto em combate.

Em “Aranhaverso”, a garota e o poderoso SP//dr — como é chamado seu bichinho de estimação — são retratados como um anime, e é fantástico observar a atenção pelos detalhes que a produção teve, misturando de “Naruto” a “Pokémon”.

Já nos quadrinhos, Peni Parker chega a lutar lado a lado com o Demolidor do seu universo e tem que enfrentar diversos vilões consagrados do Aranha, como o Mystério.

Spider-Ham

Reprodução
Spider-Ham, um dos personagens de “Homem-Aranha no Aranhaverso” Imagem: Reprodução

Não, não foram os Simpsons que inventaram o “Porco-Aranha”. A brincadeira que Homer fez no filme da família mais famosa da animação sempre é lembrada quando o herói surge, mas ele não tem nada a ver com o porquinho que anda pelo teto enquanto seu dono canta uma paródia da música do personagem da Marvel.

Criado por Tom DeFalco e Mark Armstrong em 1983, Peter Porker começou sua vida como uma aranha, andando para lá e para cá no laboratório de May Porker, uma porquinha cientista que, sem querer, transforma Peter em um porco antropomórfico que manteve as habilidades de aranha. 

As HQs do herói ainda fazem diversas brincadeiras com os nomes de outros personagens da Marvel, uma paródia divertida da editora. No “Aranhaverso”, o personagem ajuda seus amigos de outras dimensões com suas habilidades de aranha e de porco, em um estilo de animação que lembra muito o “Looney Tunes” — mas não necessariamente o Gaguinho.

[=]

Veja também!

Parada LGBT: Rodrigo Santoro relembra beijo gay de Carandiru para celebrar o amor

No dia da Parada do Orgulho LGBT, o ator Rodrigo Santoro relembrou do beijo gay …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.