Inicial / Games / Lembra do NBA Jam? Ele tinha uma TRAPAÇA contra o Chicago Bulls

Lembra do NBA Jam? Ele tinha uma TRAPAÇA contra o Chicago Bulls

nba jam
Alguns segundos antes da crocodilagem acontecer. Imagem: Reprodução Youtube.

Quem possuía um Super Nintendo nos anos 90 tinha dois grandes games de esporte pra jogar com os amigos: International Super Star Soccer e NBA Jam. Se o primeiro tinha a panela canarinho com Gomes e o lendário Allejo (que mais tarde teria sua inspiração revelada), o NBA Jam tinha a panela do Chicago Bulls.

O time, que na época possuía Pippen, Jordan, Rodman, Grant e outras lendas, era praticamente imbatível na vida real e também no fantasioso NBA Jam, mesmo sem contar com Michael Jordan, que por motivos financeiros não liberou sua imagem para o game.

Mesmo assim, o jogo contava com outras mágicas, como pulos surreais, tocos fulminates e enterradas com bolas de fogo. E mesmo sem Jordan, o time de Chicago ainda era uma pedreira duríssima, e escolher esse pessoal era como escolher o Brasil em FIFA: um apelo.

Documentário sobre Michael Jordan causa revolta em ex-companheiros ...
Rodman, Pippen, Jordan, Harper e Toni Kukoc, jogadores do Chicago Bulls entre 1996 e 1998. Imagem: Nuccio DiNuzzo/Chicago Tribune/Getty Images

Contudo, houve uma sabotagem nas habilidades dos ‘Bois de Chicago’ que foi assumida em 2008 por uma autoridade do game. Mark Turnel, designer e programados líder do jogo, achou oportuno favorecer o Detroit Pistons, seu time do coração, quando eles jogassem contra o Chicago Bulls.

NBA Jam Lead Designer says Game was Rigged Against Chicago Bulls

De acordo com Mark, se você estivesse com o Chicago Bulls jogando contra o Pistons e tentasse arremessar uma bola no último segundo, você simplesmente erraria. Isso porque ele criou um código especial para sabotar a investida, fosse ela um tiro de 3 ou de 2. Mark voltou a citar o assunto esse ano, conforme você pode conferir no vídeo abaixo, após 20 minutos:

O game

Lançado em 1993 pela Midway para arcades, o jogo revolucionou o gênero dos jogo-eletrônicos de basquete. Usando a mesma tecnologia de digitalização vista em Mortal Kombat, a desenvolvedora resolveu arriscar no campo dos jogos de esporte.

A ideia de um jogo de basquete 2×2 não era exatamente nova, já que, em 1989, a mesma empresa já havia lançado Arch Rivals, que segue o mesmo estilo. Porém, pela primeira vez, um jogo de videogame teria a marca da NBA licenciada, trazendo todas as estrelas da liga, tendo como base a temporada 1992/1993.

O principal destaque do jogo era seu descompromisso com a realidade, fazendo com que fosse possível fazer saltos de até 10 metros, enterradas com bola de fogo, quebrar tabelas, além da vista grossa para algumas regras.

Tudo isso contava com uma narração divertida e igualmente inflada a cada jogada. Um ano após seu lançamento, o game já era o arcade mais vendido de todos os tempos e foi parar onde era óbvio, nos videogames caseiros da época (Super NES, Genesis, SEGA CD, Game Boy e Game Gear), que contaram com equipes atualizadas da temporada 1993/1994. Relembre alguns minutos desse jogo abaixo:

Assim, fica registrado: Se você se lembra de ter dito com o Bulls que “o computador tava roubando” ao errar um arremesso ridículo nesse jogo, você provavelmente estava certo.

Leia também:

[=]

Veja também!

Nintendo está pensando em seu próximo console

Imagem: Reprodução No passado, rumores e relatos sobre um Nintedo Switch Pro ganharam forças, mas …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: