Inicial / Cinema / "Shazam!": Críticas elogiam tom leve e comparam filme a "Quero Ser Grande"

"Shazam!": Críticas elogiam tom leve e comparam filme a "Quero Ser Grande"

As primeiras críticas de “Shazam!” foram divulgadas na noite de ontem – e os resultados vão animar os fãs. A imprensa internacional tem elogiado o filme, destacando seu tom leve e a atuação carismática do protagonista, Zachary Levi.

O filme da DC, que estreia no dia 4 de abril, gira em torno de Billy Batson, um adolescente que se transforma no poderoso herói do título (Levi) ao receber poderes de um feiticeiro misterioso (Djimon Houson).

Como um adolescente preso em um corpo de homem adulto, Levi, mais conhecido pela série “Chuck”, foi muito comparado a Tom Hanks em “Quero Ser Grande”, filme de 1988 sobre um garoto que repentinamente se vê em um corpo de adulto.

A revista “Variety” descreveu “Shazam!” como “uma comédia de ação leve, engraçada e despretensiosa sobre um menino no corpo de um super-homem”. “O filme é, em outras palavras, um ‘Quero Ser Grande’ de meia-calça. E é Zachary Levi que faz isso funcionar, da mesma forma feita por Tom Hanks. Levi não constrói Billy como um menino imaturo – ao contrário, ele é inteligente e rápido. Mas Billy não tem a malícia de um adulto, e Levi usa essa inocência para levar além o material de super-herói”.

O site TheWrap afirmou que o filme “tem uma leveza adorável, tanto no tom quanto no visual” e elogiou o elenco do filme, com mais destaque para Levi. “A linguagem corporal de Levi é constantemente criativa, já que ele faz um adolescente que não está ainda acostumado a um corpo de adulto, muito menos o de um super-herói”.

O jornal britânico “The Guardian” afirmou que “Shazam!” “mira baixo e, na maior parte das vezes, é bem-sucedido”. “É um super-herói kid-friendly com energia suficiente para manter seu público-alvo interessado, com um conceito central divertido que parece uma cruza de ‘Quero Ser Grande’ com ‘Superman’. Levi traz um charme bobo, se lançando ao papel com total entrega”.

Já o site IGN definiu o filme como “o mais alegre e doce da DC desde os dias do ‘Superman’ de Christopher Reeve, uma história de amadurecimento divertida, mas sincera, sobre um garoto que aprende que com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”. “Obviamente, ‘Shazam!’ não reinventa o filme de super-herói, mas é uma produção divertida que me deixou querendo mais aventuras com esses personagens adoráveis”, completou o texto.

A revista “Entertainment Weekly”, por outro lado, criticou a trama dedicada ao vilão do filme, o Dr. Silvana (Mark Strong). “O que o filme deveria ter feito, se não tivesse medo de fugir dos padrões do gênero, era colocar Silvana dois passos para trás e trazer Levi dois passos para a frente. Chama-se ‘Shazam!’, no fim das contas. Por que não deixar os holofotes com o cara e seu raio brilhante?”.

[=]

Veja também!

Dia do orgulho LGBTQ+: 10 momentos da cultura pop que nos deixaram orgulhosos em 2019

28 de junho marca o dia do orgulho LGBTQ+ ao redor do mundo. A data …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: