Inicial / Cinema / "True Detective" retoma boa forma em seu terceiro ano

"True Detective" retoma boa forma em seu terceiro ano

“True Detective” voltou às origens para sua terceira temporada, que estreou no último domingo (13) com dois episódios. Após um segundo ano abaixo da média, o criador Nic Pizzolatto resolveu apostar novamente na estrutura que consagrou a série em sua estreia – e o resultado compensou.

Em sua primeira encarnação, a produção da HBO trouxe Matthew McCounaghey e Woody Harrelson como dois detetives investigando um caso sinistro que se desdobra por décadas diferentes. A fórmula do novo ano é a mesma, mas surge repaginada com a adição de detalhes que a tornam interessante por si só.

A nova história é centrada no detetive Wayne Harris (o vencedor do Oscar Mahershala Ali), que ao lado de seu parceiro Roland West (Stephen Dorff) investiga o misterioso desaparecimento de duas crianças nos anos 1980. Uma década depois, ele se vê obrigado a revisitar o caso. Mais tarde, um Harris já idoso e com problemas de memória dá uma entrevista para uma equipe de TV sobre o ocorrido.

A narrativa transita entre os três períodos de tempo com fluidez, estimulando o interesse do público sem revelar demais. O mistério, com toques fantásticos, é instigante em si, mas o texto de Pizzolatto o eleva a um novo patamar costurando cenas sutis que tocam no racismo e no processo de luto vividos por Harris.

Mahershala Ali é a grande força da série, com uma atuação contida que transita facilmente entre a determinação dos tempos de Harris como investigador a sua fragilidade na velhice. É até difícil imaginar que ele não foi a primeira escolha de Nic Pizzolato para o papel — e precisou convencê-lo a lhe dar seu primeiro papel como protagonista. O showrunner, com certeza, não deve se arrepender da decisão.

Se os dois primeiros episódios são um indicativo confiável, “True Detective” definitivamente voltou à boa forma. Vale dar uma chance para a nova temporada.

[=]

Veja também!

Parada LGBT: Rodrigo Santoro relembra beijo gay de Carandiru para celebrar o amor

No dia da Parada do Orgulho LGBT, o ator Rodrigo Santoro relembrou do beijo gay …

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: